Sabemos que os hábitos dos consumidores mudaram e com essa mudança surgiu o neoconsumidor. Digital, global e multicanal, o neoconsumidor ou o consumidor 3.0 agora busca mais um valor: ele quer relacionamento. Mas não se espante (no meu caso, rs), ele não quer casamento não, mas ele quer fidelidade e lealdade.

Paralelo a isso as empresas já estão pensando dessa maneira, seja na forma como se relacionam com os seus clientes, atendimento, entrega, pós-venda ou serviços prestados. As marcas atualmente querem ser lembradas e admiradas e, assim, a comunicação deve ser muito mais humanizada. Elas querem estar cada vez mais próximas dos seus consumidores.
E é aí que o storytelling entra em cena! Na realidade essa estratégia não é tão nova assim, ela já existia muito antes da escrita, com as primeiras formas de se contar uma história. Porém, ela foi ficando em evidência conforme a comunicação foi evoluindo e hoje em dia o Marketing e a Publicidade usam esse recurso para se aproximarem de seus públicos de interesse envolvendo e criando um relacionamento mais próximo.

 

Como fazer um planejamento estratégico de marketing digital


 

Definição de storytelling

É um termo em inglês e quer dizer: capacidade de contar histórias relevantes. É uma maneira antiga e poderosa de dar vida e cor à sua marca por meio de vídeos e outros materiais, sendo parte importante do marketing de conteúdo.

O conceito passa por algumas fases:

A primeira é saber ouvir e entender o seu público. Depois desse entendimento é necessário aprender mais sobre a empresa e assim descobrir qual é a sua caminhada pelo mercado, ou melhor, a sua história, ou histórias.

Após isso o que resta é usar essas histórias para criar novos conceitos e campanhas que instiguem e encantem seus clientes, tornando eles propagadores da sua marca.

Porém, para que a estratégia dê certo é necessário fazer com que os clientes se identifiquem e se emocionem com o que estão vendo ou ouvindo. Ou seja, é necessário tocar o coração de quem está vendo, é disso que depende o sucesso da sua estratégia.

Por que aderir ao storytelling

Contar uma história cria um vínculo muito maior com as pessoas. Por exemplo: em vez da sua empresa ficar falando de um serviço que oferece, ela poderia contar a história de alguém que teve sua rotina facilitada ao usar aquela solução. Ao ver que o problema do outro pode ser o nosso também, a tendência é que a gente se identifique muito mais. Isso acaba criando uma relação emocional com os os públicos de interesse da sua empresa.

Storytelling nada mais é do que a arte de contar histórias e fugir daquela relação fria de apenas compra e venda com o seu consumidor. Afinal, você quer que o seu negócio seja lembrado e para isso terá que fazer com que as pessoas sintam-se tocadas de alguma forma. O storytelling é a melhor maneira de fazer isso.

E aí, você curtiu saber um pouco mais sobre essa estratégia? Aqui deixo dois exemplos para você ver na prática do que estou falando. 🙂 Assista aos vídeos e depois escreve para me contar se o storytelling te tocou ou não. Eu aposto que sim! 😀