nutrição de leads é, consequentemente, a base para boas conversões de vendas. Mas, afinal de contas, o que é isso mesmo? Essa é uma estratégia de acompanhamento desenvolvida logo a partir do primeiro contato de um potencial cliente com sua empresa, por meio do envio de materiais de qualidade para conscientizar e educar esse prospect, que agora automaticamente passou a ser um lead.

A prática serve para que se estabeleça um relacionamento com esse público prioritário, passando a levar respostas a um problema ou uma necessidade que os eles apresentem. A condução proposital precisa levá-los a uma única conclusão: seus produtos ou serviços definitivamente são o que eles procuram! Mas como exatamente fazer com que eles cheguem a essa brilhante conclusão? Pois é o que vamos ensinar agora mesmo. Então confira:

Entregar a mensagem certa no momento certo

A nutrição começa quando um visitante assina sua newsletter, faz download de um material rico ou fornece um e-mail de contato para o envio de uma proposta comercial, ou seja, quando ele abre as portas para que você entre em contato. Sua principal missão, a partir daí, é atender às suas expectativas e entregar a mensagem certa no momento certo, quando ele precisa de mais matéria-prima — ou conteúdo — para amadurecer uma ideia sobre o que vem buscando, por mais que nem sequer saiba que precisa de alguma coisa.

Trabalhar a nutrição de leads em vários canais

Como as possibilidades que a internet traz para melhorar a comunicação da sua empresa com seu público devem ser aproveitadas em todo o seu potencial, é preciso nutrir por diversos canais de relacionamento — como com o e-mail marketing, com as publicações do blog, os contatos nas redes sociais, mensagens SMS, feed RSS e assim por diante. Quanto mais diversificados forem esses canais, maiores serão as chances de contemplar todos, sem exceções.

Contar com um cronograma de envios infalível

A constância do envio das mensagens deve ser sagrada para que sua estratégia de nutrição seja realmente bem-sucedida. Uma boa frequência para o e-mail marketing, por exemplo, é de uma mensagem por semana, enquanto nas redes sociais essa frequência já passa a ser diária. Já no blog, publique no mínimo um post semanal, enquanto as mensagens SMS devem se limitar a, no máximo, duas a cada sete dias.

Criar conteúdos relevantes de suporte

Concentrar-se na nutrição sem ter conteúdos de suporte no blog, no site e nas redes sociais é perder tanto o seu próprio tempo como o igualmente precioso tempo de seus leads. Muitos esperarão receber suas mensagens passivamente, enquanto outros, mais proativos, buscarão outras informações. Assim, fique ligado, porque se você não tiver para oferecer, sua concorrência certamente terá. Esses conteúdos de suporte podem ser webinars, infográficos, whitepapers, cursos on-line, vídeos e muitas outras possibilidades.

Nutrir sem permissão é spam

Nunca — jamais! — realize uma nutrição que não efetivamente autorizaram o recebimento de suas mensagens, uma vez que isso configura como prática de spam. Essa atitude, além de queimar a imagem da sua empresa, pode levar a outras penalizações, como suas mensagens sendo filtradas diretamente para a lixeira.

Mobilizar toda a equipe para a nutrição de leads

Como uma empresa é feita de muitas pessoas, cada uma tem percepções diferenciadas sobre o produto ou o serviço, além de também experimentar relações diversas com os clientes. Essa diversidade cria o ambiente ideal para que a empresa aproveite insights criativos, inusitados e, na verdade, essenciais para tornar o relacionamento entre empresa e público mais proveitoso. Sendo assim, coloque todo mundo para trabalhar em conjunto na estratégia de nutrição!

Agora comente aqui e nos conte: como você organiza o seu fluxo de nutrição? Quem colabora para gerar os conteúdos de maneira personalizada? Compartilhe suas experiências conosco!