Pela primeira vez na história, os brasileiros utilizaram mais o celular do que o PC para acessar a internet nesse ano de 2016. Esse dado é reflexo de diversas mudanças que tivemos nos últimos anos, como o aumento na compra de dispositivos móveis e o avanço da tecnologia. Com isso, é fundamental olharmos com atenção para o mobile marketing, que influenciará diretamente na forma como as empresas se comunicam com seus clientes.

Neste post, você vai conferir 4 tendências no mobile marketing e como elas podem ajudar no seu negócio. Acompanhe!

Mais qualidade no big data

Aquele conjunto de informações sobre o cliente que você reúne por meio de diversas ferramentas — conhecido como big data — ganhará mais elementos com o crescimento do mobile. Hoje, o smartphone é um dos objetos pessoais mais utilizados pelas pessoas no dia a dia e, naturalmente, elas inserem um grande volume de informações ali, quando interagem nas redes sociais, fazem buscas, transações, entre outros. Ficará cada vez mais fácil conhecer quem é o cliente, e várias empresas já trabalham para desenvolver a tecnologia necessária para essas análises.

Campanhas personalizadas para o mobile marketing

Como um reflexo do que falamos no tópico anterior, as campanhas passarão a ser mais personalizadas. O cliente que se sente “mais um” não é atraído por uma marca. Ele precisa ter a sensação de que estão falando diretamente com ele, e esse desafio será cada vez mais constante para as empresas. Por isso, é fundamental estar atento e desenvolver estratégias nesse sentido, sempre pensando na segmentação do público no momento de criar as campanhas.

Mudanças nas buscas do Google

O Google está sempre atento às mudanças de comportamento dos usuários da internet. Já é possível localizar vídeos nas buscas e, recentemente, o buscador começou a exibir anúncios nesse formato também. Não será nenhuma surpresa se, em breve, os aplicativos começarem a aparecer nos resultados das pesquisas, já que são cada vez mais procurados e utilizados. Se a sua empresa ainda não possui um app, comece a avaliar as possibilidades e as possíveis vantagens para o seu negócio.

Integração de mídias sociais, e-commerce e aplicativos

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), 30% das compras no e-commerce brasileiro em 2016 serão feitas por meio de dispositivos móveis (smartphone ou tablets). Esse é um número considerável, e que só tende a aumentar. Em busca desse público, as empresas irão cada vez mais desenvolver aplicativos que permitam a compra mobile com mais facilidade. O próprio Facebook permite que os e-commerces realizem as vendas dentro da rede social (o chamado F-commerce). Também já existem no mercado ferramentas voltadas para o Instagram.

O fim dos sites não amigáveis para dispositivos móveis

Essa não é necessariamente uma tendência, mas é bom ficar atento a essa possibilidade daqui a alguns anos. O Google lançou em 2015 uma ferramenta chamada Mobilegeddon, que pretende tirar dos principais resultados das buscas os sites que não são mobile ou responsivos. O objetivo é oferecer uma experiência agradável aos usuários. Por isso, as empresas precisam investir cada vez mais nessa otimização, para que os resultados de suas estratégias não sejam prejudicados.

Estar atento às tendências do mobile marketing é uma forma de manter seu negócio atualizado e com uma forte presença online. Gostou do post? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!