Métricas inbound são essenciais para sustentar as tomadas de decisão de empresas que investem em sua presença digital. No setor de educação, não poderia ser diferente. Para obter os melhores resultados para sua instituição, gestores precisam acompanhar de perto estes indicadores, especialmente, porque a competitividade está cada vez mais maior.

Pensando nisso, vamos conferir quais são as principais métricas inbound para o setor de educação e porque elas devem ser acompanhadas.

Custo por lead

Instituições de ensino precisam checar qual o seu custo por lead. Esta métrica é calculada dividindo o valor de suas campanhas de marketing digital pela quantidade de clientes interessados ou que se cadastraram na sua lista de e-mails.
Saber quais os seus custos para gerar um lead é crucial para o desenvolvimento de suas estratégias de captação de alunos. Este custo é útil no momento de definir qual material deve ser produzido para atrair clientes. É importante identificar quais leads foram mais custosos para definir seu planejamento e seus objetivos.

Custo de aquisição de clientes

Saber o valor que sua empresa precisa desembolsar para conquistar um cliente é fundamental. A principal vantagem é ter uma projeção do quanto você vai ter de retorno ao investir em uma campanha.
Por exemplo: ao descobrir que este custo por aquisição está muito alto, você pode ajustar o valor de uma campanha para obter um custo menor. O importante é estar constantemente acompanhando estes valores.
O custo de aquisição de clientes é calculado dividindo o valor total da campanha pela quantidade de pessoas que realmente se transformaram em clientes. No caso de uma instituição de ensino, são aqueles que fizeram matrícula. Esta métrica pode ser útil no momento de definir o valor de suas mensalidades e de suas demais taxas.

Taxa de aquisição por fases do ciclo

No setor de educação, normalmente, as fases do ciclo são definidas por semestre. E, de 6 em 6 meses, é necessário renovar este processo. Para garantir eficiência nesta rematrícula, as instituições podem ficar de olho nesta taxa de aquisição por fases. É provável que, em alguns períodos, você tenha mais liberdade e, em outros, você precise rever suas ofertas.
Saber esta taxa de aquisição é interessante, já que é normal o número de alunos reduzir com o tempo, por desistência, mudanças ou reprovações. E, com este panorama, você consegue saber onde investir nas suas campanhas.
Por exemplo, você pode reduzir o valor da matrícula para não perder alunos e ainda ter a possibilidade de atrair estudantes de outras instituições. Ou, então, você pode decidir por campanhas mais simples ou de investimento menor, visto que a renovação em determinados ciclos é praticamente garantida.
Para calcular esta métrica, basta dividir o valor do investimento em campanhas de renovação pela quantidade de alunos que renovaram a matrícula.

Taxa de conversão por leads qualificados

Os conceitos de taxa de conversão e de leads são bastante familiares, mas ainda são poucos os que pensam em leads qualificados. Para explicar esta métrica, é essencial esclarecer o que torna um lead qualificado.

Quando uma pessoa se cadastra na sua lista de e-mail, você tem poucas informações sobre ela, o que dificulta determinar seu real interesse nos seus serviços. Desta forma, é preciso realizar um trabalho conhecido como nutrição de leads, que serve para coletar informações relevantes sobre seu potencial cliente. Em outras palavras, este trabalho de nutrição tem por objetivo tornar seus leads qualificados.
Para se tornar um lead qualificado, o cliente passa por algumas etapas e esta métrica serve para acompanhar a taxa de conversão em cada uma delas. Entre outras coisas, este indicador serve para sua instituição saber qual o tempo necessário para qualificar seus leads. Isto é interessante para saber o prazo ideal para uma campanha de captação de clientes.
As principais métricas de inbound marketing são muito úteis. Por esse motivo, o gestor não pode deixar de acompanhá-las. Todas elas servem para melhorar a qualidade de suas ações, aumentar a eficiência dos seus setores de Marketing e de Vendas e tornar sua empresa mais competitiva.
Pronto! Agora, você sabe quais as melhores métricas inbound para o setor de educação. Se ainda tiver restado alguma dúvida, fique à vontade para comentar!