Se você conta com uma estratégia de inbound marketing, definitivamente precisa prestar mais atenção aos resultados. Os usuários estão executando as ações que você deseja? Seu negócio está efetivamente crescendo? Seu ROI é positivo? Essas são apenas algumas das perguntas que esse acompanhamento ajuda a responder! Mas qual seria a melhor forma de acompanhar esses resultados? Simples: por meio dos KPIs! E se nessa hora você se pergunta por que KPIs e não métricas de inbound, está lendo o texto certo. Se sua dúvida é sobre os KPIs mais importantes, esse texto também é para você!

Então fique de olhos bem abertos, porque hoje vamos falar sobre dois termos muito usados no inbound marketing que são de suma importância para uma estratégia de sucesso. Quer entender a diferença entre KPIs e métricas e ver quais são os principais indicadores no inbound marketing? Acompanhe já:

Diferenciando KPIs e métricas de inbound

Primeiramente precisamos esclarecer no que consiste cada um desses termos, por que motivo são importantes e onde eles se encaixam dentro da sua estratégia. Para começar, tenha em mente que nem toda métrica é um KPI, mas toda métrica pode vir a se tornar um KPI. E para que essa lógica faça sentido concreto em seu imaginário, vamos entender conceito por conceito, ok?

Métricas

As métricas são dados quantitativos que podem ser obtidos a partir do acompanhamento de seus canais e de suas ferramentas de marketing digital — ou seja, qualquer informação armazenada que se refira à quantidade de ações de usuários realizando algo dentro do seu site, blog, landing page e afins. Basicamente, a métrica é um número, apontando, por exemplo, quantos usuários visitaram seu site no último mês.

KPIs

Já os Key Performance Indicators (KPIs), também conhecidos como indicadores-chave de performance, são o próximo passo depois das métricas. Esses indicadores constituem dados essenciais para o acompanhamento da evolução e dos resultados da estratégia, mostrando o real desenvolvimento das táticas e ações em execução a fim de indicarem a performance do que vem sendo feito.

Ainda está um pouco confuso sobre a diferença entre esses conceitos? Pois para deixar tudo mais simples, saiba que o que você precisa saber, pelo menos nesse momento, é que as métricas são dados quantitativos enquanto os KPIs são dados qualitativos, ambos relevantes para seu negócio. Os indicadores de performance precisam ser significativos no que se refere ao que sua empresa tem como objetivo para a estratégia atual — ou seja, se você tem um blog para gerar leads e no processo consegue algumas inscrições na sua newsletter, mesmo esse não sendo o objetivo principal da sua estratégia, os leads gerados constituem um KPI enquanto a newsletter é uma métrica.

Identificando as oportunidades

Antes de qualquer outra coisa, vale ressaltar que o KPI precisa ter uma relação com algum ponto da sua estratégia — mais precisamente com seu objetivo primário. No tópico anterior demos um exemplo sobre a diferença entre KPIs e métricas que pode ser aplicado a qualquer situação. E, na prática, a ação principal esperada do seu visitante também ajuda a determinar os KPIs a serem acompanhados, uma vez que essa ação é o que determina se suas táticas estão gerando o resultado esperado, assim como o que pode (e deve) ser melhorado e, se for o caso, o que está funcionando perfeitamente bem.

Está lembrado que falamos anteriormente que nem toda métrica é um KPI, mas toda métrica pode virar um KPI? Pois isso acontece porque seu objetivo principal pode mudar, de forma que você pode passar, então, a identificar outras oportunidades ao longo do caminho. Se as inscrições na sua newsletter crescem constantemente, quer dizer que suas personas se interessam em receber e-mails com conteúdo relevante, certo? Aí está uma oportunidade para criar newsletters mais completas e gerar cada vez mais leads!

Listando KPIs para inbound marketing

Assim como em todo negócio, o inbound marketing também tem particularidades que devem ser levadas em conta na hora de definir os objetivos e também os próprios indicadores. Mas há alguns KPIs considerados como os principais, praticamente coringas da análise de performance do inbound marketing, já que mostram se o retorno esperado de uma boa estratégia está sendo alcançado ou não. E isso vale principalmente para as médias e grandes empresas, que contam com times de marketing mais completos e têm mais ramificações dentro da estratégia. Pronto para conhecer os principais?

Receita de vendas

Quanto de receita real sua campanha de inbound marketing trouxe para o negócio? Ter acesso não só a valores, mas à origem da receita é a melhor forma de saber se o investimento está mesmo gerando retorno.

Custo de aquisição de clientes (CAC)

Quanto um cliente custa para sua empresa? Pois o custo de aquisição de clientes ajuda a entender exatamente quanto você gasta durante todo o processo para conquistar um novo cliente. E esse custo inclui todos os esforços feitos, inclusive se forem relativos a ligações, visitas ou qualquer outro tipo de contato. É importante entender quanto você realmente gasta para adquirir novos clientes a fim de entender se os custos e investimentos estão corretos e se há lucro na transação.

Leads gerados

Esse KPI simplesmente não poderia faltar, não concorda? O número de leads gerados é um dos KPIs mais usados em estratégias inbound marketing, afinal de contas, mais leads significam mais oportunidades de vendas. E mais venda é igual a mais receita!

Taxas de conversão

Visitas em leads

Da mesma forma que os leads são importantes, também é muito interessante acompanhar quantos dos seus visitantes realmente se tornam leads. Essa é uma forma de ver se suas landing pages, seus conteúdos e até o layout do seu site estão bem trabalhados e alinhados com sua estratégia geral.

Leads em compradores

Para fechar com chave de ouro, acompanhe quantos de seus leads foram concretamente convertidos em clientes. Saber quantos deles realmente compraram seu produto e deram dinheiro para sua empresa é a cereja do bolo do inbound marketing!

Definir os KPIs para inbound marketing é muito importante, revelando-se como a melhor forma de entender se suas ações estão realmente funcionando. Então pense nas melhores métricas de acordo com seu objetivo, transforme-as em indicadores-chave de performance e acompanhe os resultados a partir de agora!

E então, gostou do artigo? Que tal compartilhar esse material em suas redes sociais? E aproveite para deixar suas dúvidas e seus comentários aqui! Participe!