Hoje em dia, o investimento em marketing é mais que necessário tanto para aperfeiçoar processos como para aproximar o  cliente da empresa, certo? Nesse cenário, é preciso que a organização mensure o objetivo que deseja alcançar para que consequentemente consiga traçar o retorno sobre o investimento aplicado. Com o objetivo de facilitar ao máximo esse cálculo, vamos primeiramente entender a diferença entre os recentes conceitos de marketing? Então, fique de olho para, ao final deste post, saber mensurar o ROI do seu investimento em inbound marketing até de trás para frente:

Diferenciando outbound de inbound marketing

Outbound marketing nada mais é que o estilo tradicional de estratégias para incentivar a compra de produtos e serviços pelo cliente. Nesse caso, o relacionamento com o consumidor é apenas de compra e venda, geralmente não havendo uma maior interação ou troca de informação entre as partes envolvidas na negociação, o que limita o conhecimento do cliente. A utilização dessa estratégia se tornou decadente a partir da mudança natural do comportamento do consumidor.

O inbound marketing — ou o novo marketing —, por sua vez, consiste no aperfeiçoamento dessas estratégias, ampliando o conhecimento do cliente ao produzir conteúdo e compartilhá-lo on-line com o consumidor, ganhando cada vez mais seu interesse. É a evolução da comunicação entre a empresa e o cliente, ampliando a consciência crítica do público e gerando resultados extremamente positivos para o negócio.

Conhecendo o poder do novo marketing

Além da produção e da divulgação de conteúdo de credibilidade, as estratégias do novo marketing criam laços de interesse entre a marca e o consumidor. Isso tudo ainda aliado ao ambiente digital facilita a determinação do perfil do cliente, criando aí uma valiosa troca de interesses e conceitos. A verdade é que o acesso ao ambiente digital aumentou o senso crítico do consumidor, com a internet ampliando o acesso a interações, informações e reclamações das marcas, tornando-se uma ferramenta de consulta otimamente explorada pelo novo marketing.

Como o inbound deseja ganhar a atenção do consumidor em potencial, precisa ser de fácil acesso de forma a poder ser encontrado em vários formatos na internet — seja por meio de fóruns, vídeos on-line, SEO, mídias sociais, newsletters e muito mais. Mas além da própria credibilidade da produção de conteúdo e do estreitamento do relacionamento com o cliente, o efetivo Retorno Sobre o Investimento (ROI) em marketing também deve ser mensurado para que realmente se entenda a eficiência dessa estratégia.

Calculando o ROI 

Antes de determinar o ROI, é importante saber qual retorno a empresa deseja obter, além de seus objetivos e indicadores. Identificar o que houve de melhoria após o investimento em marketing é a próxima etapa. Além do incentivo financeiro, é essencial verificar o processo de produção de conteúdo e todas as vertentes para sempre se buscar uma interação construtiva com os interessados.

Vale ressaltar, porém, que esse resultado não é imediato e depende de outros fatores envolvidos no processo, ok? De toda forma, o cálculo do ROI é dado pelo resultado em vendas da tática menos os custos do investimento, dividido pelo investimento inicial. É preciso colocar na ponta do lápis o quanto foi gasto no processo — seja em horas com funcionários, custos com internet e hospedagem do site, dentre outros —, enquanto do outro lado se contabiliza o aumento em vendas conquistado pela empresa, dividindo tudo pelo investimento inicial. O resultado é o mais puro lucro alcançado!

Ficando de olho nas principais métricas

Para facilitar o cálculo do ROI no novo marketing, o ideal é consultar algumas métricas, eleitas de acordo com o perfil e o objetivo do seu negócio. Listamos aqui alguns dos índices mais comuns para que você aprenda a calcular o ROI em dois tempos. Vamos lá?

Avaliação da produção

Apenas gerar um conteúdo de credibilidade não é suficiente, ok? Por isso, é aconselhável que a empresa crie novos materiais que tenham a ver com os produtos e serviços da própria marca, democratizando o uso das informações e, claro, ampliando a possibilidade de vendas. Dessa forma, a avaliação da atração de novos possíveis clientes e da manutenção de habituais por meio do conteúdo é uma métrica de importante acompanhamento para a conversão em resultados.

Tráfego do site

Analisar as métricas do site é avaliar o interesse on-line do seu consumidor. Nessa estratégia estão incluídos desde o investimento em produção de conteúdo até a adequada atualização do seu site ou blog para atrair novos visitantes. Analisar as páginas mais visitadas, o tempo de permanência nessas páginas e qual é o interesse no download gratuito de conteúdo, por exemplo, pode gerar dados super valiosos para a identificação do comportamento desse usuário. Com esse mapa do tesouro em mãos, a empresa pode planejar a criação de conteúdo de maior relevância, estreitando cada vez mais a interação com esse possível cliente.

Geração de leads

Quando um visitante acessa seu site, efetivamente demonstrando interesse por um produto ou serviço, torna-se um lead. Nesse percurso, o usuário pode deixar algumas informações interessantes para a empresa, que, se bem trabalhadas, conseguem ser convertidas em ações a fim de tornar esse visitante em um possível consumidor. Aí a empresa pode passar para o cálculo da conversão dos leads em clientes, mais um dado relevante para o entendimento do contexto geral.

Engajamento nas redes sociais

Estar presente de forma positiva nas redes sociais é absolutamente necessário atualmente. Assim, em seus relatórios mensais é importante mensurar se o número de reclamações nas redes diminuiu, se houve aumento no engajamento com o consumidor e qual foi a repercussão do lançamento de um novo produto, por exemplo. É válido até analisar os concorrentes, viu?

Viu como para mensurar o ROI do inbound marketing não é necessário que se faça um grande investimento? O importante é saber que o resultado pode ser um tanto quanto subjetivo, servindo para melhor direcionar o retorno em marketing da empresa de acordo com as métricas escolhidas para o perfil e os objetivos do negócio. Estabeleça índices, acompanhe resultados e calcule. Só assim você poderá ter mesmo certeza de que o caminho traçado vem sendo percorrido direitinho e até em qual velocidade! Não parece bom?

Gostou do post e se interessa por assuntos relacionados? Fique sempre de olho no nosso blog para saber mais sobre esse mercado! E não se esqueça de também compartilhar este conteúdo em suas redes sociais!