Muitas empresas não creditam seus sucessos aos esforços de marketing, associando o domínio de mercado somente à qualidade do produto que oferecem. Embora seja um fator determinante, sem um bom gestor de marketing para analisar e operar os clássicos 4 Ps (Preço, Praça, Produto e Promoção), o produto de qualidade estará fadado ao esquecimento nas prateleiras.
Porém, dentro dos setores administrativos de uma empresa, a área de marketing talvez seja a que se reinvente com maior velocidade. Novas tecnologias, novas tendências, novos nichos de mercado… O gestor precisa ter habilidades diversas e investir no aprendizado constante.
Nós separamos, abaixo, alguns dos requisitos fundamentais para ser um profissional exemplar na área. Confira quais são as habilidades do bom gestor de marketing e aprimore seu trabalho!

Ser curioso e investigativo

A curiosidade e o desejo de investigar todos os elementos que influenciam o sucesso da empresa são essenciais para um bom gestor de marketing.

Ele precisa se atentar tanto aos números positivos, que confirmam o bom posicionamento da empresa, quanto à concorrência e aos fatores externos (economia e política) para buscar novas ideias e respostas para crises.

Ele deve ficar satisfeito com o sucesso de suas estratégias, mas também estudar maneiras de aprimorá-las a todo momento, porque os consumidores não são números: eles têm vontades e atitudes que mudam sem aviso prévio.

Dominar diversas tecnologias

Um bom gestor de marketing deve enxergar novas tecnologias como possibilidades. Até mesmo um aplicativo de uso pessoal pode ser utilizado para fundamentar uma proposta de marketing inovadora ou, simplesmente, para melhorar a comunicação interna da equipe.

Testar aplicativos e ferramentas de gestão e marketing pode trazer novos insights, novas parcerias, novas soluções.

É o que se vê quando empresas multinacionais, com grandes estruturas de marketing, contratam agências de menor porte para um projeto de inbound marketing. Elas testam, aprendem e usufruem de seus resultados para depois dominar a técnica e atuar de forma independente.

Ter visão ampliada do negócio como gestor de marketing

A visão ampliada do negócio e do mercado em que ele está inserido permite que o gestor de marketing tenha uma perspectiva realista para suas campanhas.

Ainda que seja possível captar muito mais leads com estratégias mais arrojadas e maiores, é preciso compreender o impacto financeiro disso nas contas da empresa e também a capacidade da área de produção de processar um número grande de informações num período curto de tempo.

Em outras palavras, o gestor de marketing precisa considerar os limitadores da empresa para criar campanhas perfeitas para o negócio.

Falar vários idiomas

O networking e a autoridade intelectual do gestor de marketing precisam ter vida própria e ser alimentadas de diversas maneiras. Isso quer dizer que as fontes de contato não devem ser restritas por causa da barreira linguística.

Diversos congressos, seminários e encontros entre profissionais do marketing são internacionais. Tais eventos podem render boas oportunidades de negócios, por isso o inglês, e pelo menos um terceiro idioma, como o francês ou o espanhol, devem ser dominados pelo gestor.

Saber definir e gerenciar etapas de projetos

No âmbito mais prático, para ter sucesso na gestão de seus projetos o gestor de marketing precisa saber definir, de forma clara, as etapas das campanhas, métricas para cada uma das fases de execução e planos de ação objetivos para cada membro da equipe. Isso evita erros e o descontrole da equipe como um todo, além de possibilitar correções nas diretrizes.

Em suma, o gestor de marketing deve ter habilidades para melhorar as vendas da empresa e fazer valer suas ideias entre sua equipe e seus superiores. Com esse esforço, o profissional será competitivo o suficiente para enfrentar seus concorrentes e manter a empresa bem colocada no mercado.

Qual dessas habilidades você considera mais importante? Deixe seu comentário e enriqueça o blog com sua opinião!