Que tal construir um relacionamento duradouro com seus potenciais clientes, criando neles uma rica percepção de valor sobre seus produtos e serviços, fazendo com que você se torne sua primeira opção no momento da compra? Pois saiba que isso é perfeitamente possível com uma nutrição de leads bem executada, estratégia que tem como objetivo principal educar os clientes sobre seu mercado para que você se torne uma fonte confiável de conhecimento, bem como a principal referência no momento da tomada de decisão do cliente. Mas como criar um fluxo de nutrição realmente eficaz, que traga mais e mais possibilidades para sua empresa? É o que você var ficar sabendo a partir de agora:

 

Construa uma lista de e-mails consistente

O fluxo é feito com a ajuda do e-mail marketing, que serve de veículo de disseminação das suas mensagens. E para enviar e-mails você precisa, pra começo de conversa, de uma lista de e-mails. Mas muita calma nessa hora, porque não são quaisquer e-mails! Esses contatos devem ser de pessoas que tenham real interesse na sua empresa, no seu mercado, nos seus produtos e serviços. Esses dados devem ser coletados de maneira orgânica, ou seja, com o consentimento deles. Caso contrário, você se tornará simplesmente mais um SPAM jogado fora na caixa de entrada de muitos dos seus destinatários — lembrando que essa é uma prática totalmente condenável no mercado, que pode inclusive minar sua estratégia de nutrição.

Entregue a mensagem certa para a pessoa certa

Se você tem boa memória, certamente se lembrará que já falamos sobre personas aqui no blog — mas se você precisa refrescar a lembrança, leia este post! —, que servem para direcionar suas estratégias de marketing digital. Assim, você cria um fluxo de nutrição eficaz de modo a atingir seus objetivos com maior assertividade. Então, essa etapa simplesmente não pode ser pulada! Por isso, crie já suas personas e parta para a próxima etapa: o conteúdo.

Desenvolva conteúdo personalizado e relevante

Uma vez que o conteúdo é a alma do seu fluxo de nutrição, qualquer material deve ser desenvolvido de acordo com as etapas do seu funil de vendas. Assim, indo do mais abrangente ao mais específico, todos os conteúdos devem ser direcionados para encaminhar seus leads através do funil de vendas, até a desejada conversão. Só que como o fluxo de nutrição não é necessariamente linear, com cada contato entrando em um momento diferenciado no seu funil, de acordo com sua própria jornada de consumidor, você deve estar sempre preparado para suprir as necessidades de conhecimento dessas pessoas com conteúdos relevantes, personalizados, aplicáveis e de alto valor agregado.

Faça propostas realmente únicas

Se seu objetivo é conduzi-los pelo funil de vendas, deve estimulá-los a dar um passo à frente e depois outro, mais outro e ainda mais um. Como? Com ofertas únicas, que envolvam, despertem o interesse e façam com que os contatos avancem por seu fluxo de nutrição. Essas propostas únicas podem ser, em um primeiro momento, conteúdos mais abrangentes, que ajudem seus leads a perceberem que têm problemas e necessidades, identificando quais são. Quando eles estiverem suficientemente informados, você pode oferecer comparativos entre produtos e serviços, demonstrações grátis ou até mesmo um contato com seus consultores de vendas. Perceba que, no último estágio, no fundo do funil, você já está pronto para uma oferta de venda preparada exclusivamente para cada um com base em seu histórico de relacionamento com a marca por meio do fluxo de nutrição.

Mantenha o equilíbrio na frequência de envios

Tanto e-mails em excesso quanto raríssimas mensagens podem ser prejudiciais à sua estratégia, tirando o foco dos contatos da sua marca. Sendo assim, dose a frequência de e-mails enviados conforme as interações que se têm com o fluxo de nutrição. O e-mail não foi aberto? Dê um tempo maior para enviar o próximo. O e-mail foi efetivamente aberto? Houve cliques? Que tipo de conteúdo foi acessado? Reforce sua mensagem com conteúdos mais aprofundados e continue acompanhando cada nova interação!

Acompanhe e melhore seu desempenho

Como criar um fluxo de nutrição sem monitorar as reações do seu público? Se você não mensura os resultados dos seus esforços, não tem como saber se eles estão valendo a pena ou não. Sendo assim, aproveite o potencial da sua ferramenta de automação de marketing para extrair insights e acompanhar o feedback da sua audiência. Assim, quando perceber que um determinado conteúdo não está trazendo os resultados esperados, modifique, complemente ou substitua, mas não deixe de mudar sua postura para alcançar seus objetivos com o fluxo de nutrição.

Agora que você já sabe como criar um fluxo de nutrição de leads, conheça também 6 das melhores práticas de nutrição de leads e arrase com essa estratégia! E se ficou qualquer dúvida sobre a implementação do seu fluxo de nutrição, deixe sua pergunta aqui nos comentários! Participe e enriqueça nosso post!