O cenário digital está em rápida expansão, e a resistência de algumas empresas em investir no Marketing Digital tem gerado consequências negativas para o negócio, seja nas receitas, na experiência do cliente ou nas oportunidades de crescimento.

Para obter sucesso no meio online, é fundamental a união de diversas estratégias, para que o usuário, ao encontrar sua empresa, veja que ela atua ativamente em diversos canais.

Uma das ferramentas mais bem-sucedidas nesse sentido é o Inbound Marketing, que se propõe a atrair clientes a partir dos interesses de busca, aumentando as chances de conversão e venda. Por isso, confira, no post de hoje, algumas estratégias de Inbound Marketing e saiba como implementá-las no seu negócio!

1. Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo está no centro da estratégia de Inbound Marketing, e por meio dele é possível levar os usuários adiante na jornada do comprador, atrair novos usuários e aumentar o tráfego do site, assim como ter um material que dê suporte ao fechamento de uma venda. O marketing de conteúdo pode se concentrar em um blog e em materiais diversos, como e-books, guias, whitepapers, vídeos, webinars e outros.

Como começar? Para quem ainda não utiliza marketing de conteúdo o essencial é criar um blog e começar a alimentá-lo com conteúdos para atrair tráfego, abordando temas variados do segmento. Posteriormente é indicado iniciar a produção de outros materiais, como os citados acima.

2. Funil de vendas

O funil de vendas consiste em um modelo que visa encaminhar os usuários adiante na jornada do comprador. É fundamental elaborar um plano de ação para cada uma das quatro fases do funil: atração, conversão, fechamento e encantamento.

Como começar? Defina os objetivos da atuação online e a buyer persona que será foco das ações. Veja em que consiste cada fase:

► Atração: criação de conteúdo para gerar tráfego para o site, aumentando a visibilidade;

► Conversão: converter esses visitantes em leads a partir de uma oferta, que pode ser um e-book, vídeo, webinar, infográfico etc;

► Fechamento: com as informações do potencial cliente, é possível nutri-lo a partir de um workflow no qual serão direcionados conteúdos e ofertas relevantes para o perfil;

► Fidelização: o pós-compra, período no qual a empresa deve auxiliar o cliente com eficiência e mostrar os diferenciais do atendimento, fazendo com que o cliente passe a ser um divulgador da marca.

As estratégias de marketing de conteúdo e funil de vendas para nutrição do lead estão profundamente relacionadas e devem ser planejadas em conjunto.

Redes sociais

As redes sociais permitem um fortalecimento do relacionamento com o cliente, sendo uma estratégia central do Inbound Marketing — uma vez que ele se propõe a auxiliar e instruir os leads.

Como começar? Inicialmente deve ser criada uma página (seja no Facebook, Instagram, Twiter. LinkedIn ou outra rede, de acordo com o perfil do público-alvo). Para atrair usuários para os quais a página seja relevante, utilize segmentação de público nos anúncios, faça postagens periódicas e utilize recursos variados, como imagens, vídeos, gifs, eventos e outros, incentivando o engajamento.

E-mail marketing

O e-mail marketing está atrelado às demais estratégias de Marketing Digital e pode ser usado para expandir os resultados obtidos com o Inbound Marketing. Esse recurso pode ser usado tanto para a nutrição de leads, com conteúdos que eduquem, como para promoções e ofertas que despertem interesse daqueles que estão mais propensos a fechar negócio.

Como começar? Inicialmente tenha uma base de contatos e crie workflows segmentados. A segmentação do público ficará mais apurada com o tempo, mas tente manter um direcionamento desde o início da estratégia. Use marketing de conteúdo e incentive a interação utilizando ícones das mídias sociais.

Interessado em adotar as estratégias de Inbound Marketing no seu negócio? Confira como estruturar sua empresa para fazer Inbound Marketing