Quando as empresas entendem o quanto o Inbound Marketing pode ser de resultados para elas, vem a pergunta básica. Posso e consigo fazer isso internamente com minha equipe de marketing ou com um recurso dedicado ou tenho que contar com a ajuda de uma agência especializada ou de marketing digital para ter resultados? Quais são as principais vantagens e desvantagens de cada modelo e os fatores que devem ser considerados para uma tomada de decisão mais assertiva é o que este post pretende abordar.

 

Qual é o modelo mais indicado?

Apesar de eu ser de uma agência de Inbound Marketing, quero me abster de direcionar minha opinião para sua tomada de decisão. Vamos ao longo dos itens apontar pontos a serem considerados, e é a sua análise criteriosa que definirá o modelo a ser adotado.

Custo

Acho que o primeiro ponto que qualquer empresa vai avaliar é o quanto custa a operação de Inbound Marketing para sua organização. A conta básica que todos devem fazer é quanto custa minha equipe interna versus um contrato com uma agência? Se a conta considerar apenas os recursos profissionais envolvidos, que na maioria das vezes se referem apenas aos custos de um profissional, o resultado pode indicar que é mais vantajoso realizar internamente. Porém, não podemos esquecer dos custos completos que envolvem o profissional, como salário, encargos, férias, benefícios, horas extras, capacitações e outros.

Tempo de implementação

Um ponto importante para analisar é o tempo de implementação do projeto. Normalmente as agências têm condições de operacionalizar o processo de Inbound de forma mais rápida que internamente, pois os caminhos das pedras já são conhecidos e parcerias desenvolvidas facilitam o start rápido de projetos.

Experiências adquiridas

Considere as experiências adquiridas com implementações bem sucedidas entre as agêncais que esteja avaliando e a experiência dos recursos de sua equipe. Qual é o histórico de sucesso em ações de Inbound que cada um dos modelos apresenta? Que cases cada um pode defender? Que insucessos foram superados? Como lidam com adversidades? Quais são os pontos fortes e fracos de cada um? Qual é a experiência no segmento de seu negócio? E quais melhores práticas de outros segmentos pode aplicar a seu negócio? Avalie todos estes pontos antes de sua decisão.

Competências necessárias

Talvez esse seja um dos pontos mais importantes na análise de que modelo adotar e que pouca gente sabe: a complexidade de um pleno desenvolvimento de projeto de Inbound Marketing. São várias competências envolvidas para o sucesso, como:

  • Planejamento: conhecimento de todas as técnicas de Inbound e de negócios para compor estratégias compatíveis com as necessidades e objetivos de sua empresa;
  • Análise: competência de avaliar métricas e comportamentos para tomada de decisão. O recurso deve ter total condições de fazer essa análise.
  • Conhecimento técnico: são várias as competências técnicas envolvidas no projeto, como mídia digital, SEO, e-mail marketing, produção de conteúdo, mídias sociais, programação HTML e outras. Normalmente são vários os recursos para compor todo este roll de competências, onde as agências com suas equipes multifuncionais normalmente atendem com mais efetividade.

Foco no negócio

Um excelente projeto de Inbound é fruto do alinhamento das melhores estratégias, técnicas e conhecimento pleno da dinâmica do mercado e do comportamento das personas compradoras de seu negócio. Percebo que o pleno conhecimento do mercado e do público-alvo está dentro das empresas. Os recursos internos estão diariamente respirando o que envolve o seu negócio. Mas calma, não necessariamente estar emergido no negócio garante sucesso. E sabe por que? Muitas vezes nos envolvemos em atribuições diárias, deixando o projeto de Inbound em segundo plano.

Avalie todos os pontos deste artigo para uma tomada de decisão segura. Em minha opinião, o melhor modelo é o híbrido, onde existe um recurso interno dedicado que fica responsável pelo pleno alinhamento do projeto e uma agência especializada em Inbound para planejar e operacionalizar usando as melhores práticas do mercado para realmente atingir os resultados para sua empresa.

E aí, como o Inbound acontece hoje na sua empresa ou como você pensa em torná-lo realidade? Compartilhe com a gente!