O mercado educacional é um dos mais competitivos atualmente. O crescimento do número de instituições de ensino tem dificultado as estratégias para captar alunos durante os períodos de matrículas, levando as escolas a ousarem na oferta de brindes, como tablets e smartphones. Mas ainda assim, é possível perceber que os números de matrículas não atingem as metas de vendas.

Nesse sentido, é preciso utilizar estratégias que gerem mais do que o impulso inicial por um brinde, é preciso desenvolver relacionamentos duradouros com o seu público. E nada melhor do que o inbound marketing para isso. Ficou interessado? Então confira o post!

Por que usar o inbound marketing para captar alunos

Pais e filhos passam grande parte do tempo conectados à internet. Seja em casa ou no trabalho, no computador ou no smartphone, eles se informam por meio de canais de comunicação online, como sites, blogs e redes sociais. Trocam impressões com colegas e familiares e pedem opiniões para outras pessoas que passam pelas mesmas situações, como a escolha de uma instituição de ensino.

Com o inbound marketing fazendo parte do seu mix de marketing, você pode chegar até esses pais e alunos de uma forma mais natural, sem a pressão do período de matrículas. Ao ofertar conteúdo de qualidade durante o ano todo, em diversos canais online, você mantém sua escola próxima do público, criando conexões emocionais e gerando engajamento, o que contribuirá para que, no momento certo, pais e alunos optem pela matrícula na sua escola.

Como usar o inbound marketing para atrair alunos

Se você tem acompanhado nosso blog, já teve contato com várias estratégias que são utilizadas no inbound marketing. Aqui vamos relembrá-las, focando em como elas podem ajudar sua instituição de ensino a se destacar no mercado e captar alunos com mais assertividade. Fique à vontade para explorar nosso blog e descobrir outros conteúdos que vão ajudar sua instituição de ensino a se tornar referência no mercado!

Produção de conteúdo

A internet é a principal fonte de consultas da atualidade. Quando pais e alunos estão em busca de uma instituição de ensino, abrem o navegador da internet e fazem buscas, por localidade, por características, diferenciais, entre outros atributos. Se sua escola produz conteúdo direcionado a pais e alunos e preocupa-se em dar a visibilidade adequada a esse conteúdo, certamente o site da sua instituição será listado nos motores de busca. Quanto mais conteúdo relevante você produzir, melhor será o seu posicionamento em relação à concorrência, aumentando as possibilidades de matrículas.

SEO

Conteúdo de qualidade por si só leva mais tempo para dar resultados. Mas se você otimizá-lo para os mecanismos de busca, usando as palavras-chave que melhor refletem as dúvidas do seu público, ficará bem mais fácil atrair a atenção de pais e alunos. Comece com palavras-chave mais genéricas, como “escola em Copacabana”, “escola de ensino médio no Rio de Janeiro”, entre outras, depois vá afunilando, com palavras-chave mais específicas, que diferenciem sua escola das demais. Utilize essas palavras-chave nos conteúdos que produzir, nas URLs do seu site, nos títulos de página, nas imagens, vídeos e demais elementos do seu site, atraindo as pessoas certas para a sua instituição.

Mídias sociais

Conteúdo de qualidade e otimizado também precisa de uma ajudinha para se tornar conhecido, e é nesse momento que as mídias sociais se tornam importantes. Ter páginas corporativas nas principais redes sociais é fundamental para que você dissemine o conteúdo produzido pela sua instituição de ensino e envolva seu público com ela. Lembre-se que cada mídia social tem suas características próprias, sendo assim, adapte seu conteúdo para cada uma delas. Interaja ativamente com seus seguidores e não deixe ninguém sem resposta.

Captação de leads

Com as três primeiras estratégias, você estará criando consciência de marca para sua instituição de ensino, bem como atraindo a atenção de potenciais alunos. Mas é preciso fazer com que essas pessoas se tornem mais do que simples admiradores da sua escola. É necessário que elas se envolvam. Nesse sentido, utilize conteúdos especiais, como e-books, whitepapers, infográficos e outros formatos atrativos para converter visitantes em leads. Isso pode ser feito com a ajuda de landing pages.

Nutrição de leads

Muitas instituições de ensino têm uma base gigantesca de leads mas não sabem o que fazer com ela. No inbound marketing, você nutre esses leads com conteúdos específicos para que eles amadureçam o processo de compra e tomem uma decisão com maior rapidez. No caso da sua escola, o que você precisa é segmentar sua base de leads de acordo com os interesses de cada um e criar uma sequência lógica e interessante de e-mails marketing que vão auxiliar na tomada de decisão pela sua escola no momento da matrícula.

Fidelização

Inbound marketing não serve apenas para captar alunos, mas também para fidelizá-los. Se a sua instituição de ensino oferta do ensino básico à faculdade, com um bom trabalho de inbound você poderá manter seus alunos por décadas, e isso significa ter menos preocupações na hora de atingir as metas de matrículas. Para tanto, você precisa conhecer seu público com profundidade e amadurecer suas estratégias de inbound conforme seus alunos evoluam na educação. Os conteúdos ofertados para os pais também devem evoluir, já que as preocupações mudam com o passar dos anos.

Quando seus alunos se tornarem pais, o primeiro pensamento deles será ofertar uma experiência de ensino tão boa quanto a deles, por isso a tendência é que optem também pela sua instituição de ensino. O que queremos dizer com isso é que inbound marketing é uma estratégia para a vida toda, que torna sua instituição de ensino referência no mercado e perpetua sua imagem nas mentes e corações de quem passa por ela.

Para que sua estratégia de inbound marketing seja efetiva, monitorar os resultados sistematicamente é fundamental. Afinal, só com um acompanhamento sério você poderá realizar os ajustes necessários para potencializar a comunicação com pais e alunos. Mas você sabe quais métricas deve acompanhar? Nós sabemos, e fizemos um post especial sobre métricas de inbound marketing para a área de educação. Confira!