Você sabia que o funil de vendas é responsável por descrever visualmente o processo de vendas da sua empresa, desde o contato inicial com o cliente até o ato da venda em si? Pois é. Esse funil mede as várias oportunidades em cada uma das etapas na jornada de compra do consumidor. Trata-se de um método simples e bastante eficaz de mensurar todo o processo de convergência das propostas de negócio que surgem na empresa.

Trocando em miúdos, essa é a melhor forma de determinar se sua organização está realmente oferecendo qualidade e conseguindo revertê-la em vendas. Mas você sabe como mensurar resultados a partir dessa estratégia? Pois o artigo de hoje iluminará seu caminho! Então aprenda agora mesmo a medir os resultados gerais dessa ação de marketing, assim como de todos os investimentos nessa área! Vamos lá?

 

Qual é a importância de mensurar resultados?

No ambiente on-line, a mensuração de resultados só é realmente benéfica quando os profissionais de marketing escolhem as ferramentas certas para avaliar a audiência dos sites, registrando o tipo de comportamento de cada um dos usuários nesse ambiente.

O Google Analytics, por exemplo, é uma ferramenta simplesmente obrigatória para as empresas que têm seus objetivos diretamente ligados a páginas na internet. E é por essas e outras que você deve levar bastante a sério o processo de mensuração de resultados das diferentes métricas relacionadas a cada estágio do funil de vendas.

É extremamente importante analisar também a mudança de comportamento do usuário — e potencial cliente — para facilitar as decisões dos gestores de marketing, que terão, então, dados comprovados como base de seus estudos, tudo a fim de maximizar os resultados. Toda métrica que você adquire deverá ser cruzada com os objetivos do negócio, sendo que cada uma fornecerá as informações mais importantes sobre futuras decisões.

Quais são as principais métricas?

Visitantes únicos

Calcula o número de usuários que visualizaram ou interagiram de alguma forma com o conteúdo do seu site em um período de tempo específico. Essa métrica procura ilustrar qual foi o alcance de seus esforços de comunicação, dentro de todo o universo de usuários.

Frequência de acessos

É responsável por calcular a quantidade de vezes que um determinado usuário retornou ao site da sua empresa. Caso você perceba que parte desses usuários acessaram a página apenas uma vez, sem retorno, será possível presumir que a comunicação está sendo direcionada a pessoas que não fazem parte do seu público-alvo ou até mesmo que seu site apresenta algumas barreiras de conteúdo ou usabilidade que estejam interferindo na interação.

Custo por clique

Representa o número de cliques que foram recebidos em determinado anúncio da sua empresa, dividido pelo número de vezes que o anúncio foi exibido — suas impressões. Um exemplo básico é calcular da seguinte forma: se foram verificados apenas 5 cliques a cada mil impressões, então a taxa de custo por clique será de 0,5%.

Tempo de navegação

Essa métrica determina o tempo que uma pessoa específica dedica navegando no site da sua empresa. Ao interpretá-la, é possível que haja uma certa discrepância a depender dos objetivos traçados pela empresa, uma vez que altos índices de tempo de navegação possam significar não só interesse, mas também algum problema de usabilidade.

Páginas visitadas

Identifica tanto as páginas mais acessadas como as menos acessadas do site da empresa, permitindo que você mensure qual é a eficácia dos conteúdos que produz por seção.

Conteúdos mais vistos

Trabalha na identificação detalhada de quais páginas são as mais acessadas no site. Se você parar para pensar, geralmente os conteúdos mais acessados são aqueles que comunicam assuntos sobre os principais interesses do seu público, certo? Assim, essa é uma fonte muito importante de informações para a elaboração de futuras estratégias de comunicação.

Taxa de finalização do funil

Essa é a famosa taxa de conversão, que aborda qual foi o número de transações realizadas em comparação ao número de visitas recebidas pelo site. Imagine que a cada 100 visitas ocorra uma compra. Nesse caso, sua taxa de conversão será de apenas 1%. Essa métrica é imprescindível e está relacionada à análise de eficiência de suas ofertas e da usabilidade de todo o site. É importante que você saiba também que essa taxa de finalização do funil determinará as futuras projeções dos resultados em seu plano de marketing digital.

Custo por aquisição

Esse é o valor médio que custa cada conversão realizada, obtido com base na divisão do total de investimentos realizados pela empresa versus o número total de conversões ocorridas. Se sua empresa investiu 100 mil reais e teve 400 conversões, por exemplo, o valor desse custo será de 250 reais. Em essência, essa é a métrica-chave de todo o planejamento de marketing digital da sua empresa, ilustrando qual é o ticket médio alvo para que essa estratégia seja realmente viável ao negócio, efetivamente gerando lucros.

Retorno sobre o investimento

Também conhecida como taxa de retorno, trata-se da relação existente entre a quantidade de dinheiro que sua empresa ganhou ou perdeu como resultado de um determinado investimento e a quantidade que foi investida. Um cálculo básico que deve ser usado consiste na divisão total do lucro pelo total de investimentos realizados.

Essas métricas possibilitarão que você e sua equipe mensurem com eficiência os investimentos em marketing digital e o desenvolvimento do seu funil de vendas. É somente por meio da análise desses índices que sua empresa compreenderá qual é o papel de cada canal envolvido no contexto de conversão final de clientes. Dessa forma você contribui para o amadurecimento da empresa e orienta a equipe a planejar cada vez mais estratégias de maximização de lucros e resultados.

Agora nos conte se ainda ficou alguma dúvida sobre essas estratégias e métricas! Divida seus questionamentos e suas impressões conosco!