O Chief Marketing Officer — ou simplesmente CMO — é o profissional que ocupa a posição de Diretor de Marketing — ou seja, é o responsável por realizar o gerenciamento de toda a ação mercadológica de uma empresa.

Trata-se de um dos mais estratégicos cargos de uma organização (se não for o mais importante deles). Afinal, é o departamento de marketing que tem como responsabilidade planejar as ações e aplicá-las no intuito de atrair, reter e fidelizar os clientes, aumentando a abrangência de mercado do negócio.

Se não fosse pelo marketing, dificilmente as empresas conseguiriam fazer nome e ganhar espaço no mercado para competir junto à concorrência, mesmo nos mercados mais disputados.

Justamente por isso, o CMO deve não apenas conhecer a fundo todo o universo que envolve o marketing, mas também ter uma visão sistemática da companhia e entender os processos de gestão e produção. Dessa forma, suas ações estarão sempre alinhadas com os objetivos corporativos e surtirão os efeitos esperados.

No entanto, há uma série de desafios no cotidiano do profissional dessa área, e a expectativa é de que, em um futuro não muito distante, as dificuldades enfrentadas pelo CMO aumentem ainda mais.

Continue a leitura e veja quais são as 7 questões pelas quais todo Chief Marketing Officer passa ou passará daqui a algum tempo:

Quais são os desafios do CMO em seu dia a dia?

Integrar todas as especificações do cliente numa estratégia macro

O papel principal do CMO como responsável pelo marketing da empresa é se antecipar perante as tendências. Ele deve visualizar a forma como os dados podem lhe ajudar a conseguir um novo fluxo de receita, implementando-os na empresa.

É com base nessas informações e nas tendências de mercado que o CMO poderá oferecer uma ou mais soluções à companhia, além de tomar decisões inteligentes sobre a marca e as campanhas.

Porém, mesmo com o CMO tendo em mãos toda a tecnologia e outros meios de segmentar suas estratégias, sabendo quais são as necessidades, o padrão de consumo e os hábitos do público, ainda existe um desafio na hora de focar no cliente: integrar todas essas especificações numa estratégia macro, capaz de gerar experiências customizadas, únicas e inesquecíveis.

Conseguir uma análise completa da percepção da marca pelo cliente

É notável também que o CMO vem precisando cada vez mais de métodos e ferramentas que analisem e criem um retrato completo e fiel da percepção da marca perante o consumidor. O desafio é que essa análise seja abrangente, realizada por meio dos mais diversos canais onde a empresa tem contato com o público (como os digitais, por exemplo).

Com um bom acompanhamento, é possível retratar essa percepção e suas variações em tempo real, com uma variedade imensa de informações que permita à organização transformar a experiência do cliente e do marketing em algo orquestrado e segmentado.

Contratar e gerenciar seu pessoal da maneira correta

Outro desafio do Diretor de Marketing é escolher as pessoas certas para compor sua equipe. Uma contratação errada pode complicar todo o trabalho do time, diminuindo sua qualidade, sua produtividade e sua rapidez, itens que são essenciais ao trabalhar nessa área.

Por isso, ao realizar contratações, é importante examinar bem o currículo apresentado, treinar o novo membro, dar-lhe o suporte necessário e avaliar constantemente o seu desempenho.

Outros desafios na vertente de gestão de pessoas do CMO são: decidir quando é chegada a hora de especializar alguns integrantes da equipe; treinar lideranças ali dentro (funcionários em que se possa realmente confiar); delegar tarefas e tudo o mais para garantir o sucesso do seu time.

Transformar talentos juniores em especialistas também é uma responsabilidade que recai sobre o CMO e, feita da maneira certa, só traz benefícios.

Automatizar os processos

Por fim, mesmo o CMO sendo um líder quando o assunto é revolução de dados da organização, ele precisa contar com outros perfis semelhantes, que se responsabilizem por implantar e executar tecnologias que extraiam, processem e analisem essas informações.

A automatização dos processos, o monitoramento da concorrência em tempo hábil e uma análise de dados eficiente são essenciais. Sem isso, toda a empreitada do CMO pode beirar o fracasso.

E quais são as questões que esse profissional enfrentará no futuro?

Lidar com as mudanças constantes

Um dos desafios que o CMO enfrentará em um futuro não muito distante é lidar com as mudanças constantes que vêm acontecendo e continuarão a ocorrer com o público, com seus hábitos de consumo e com a tecnologia.

O setor de tecnologia merece atenção especial, uma vez que caminha de mãos dadas o marketing. As duas áreas têm caminhos paralelos, e tanto um quanto o outro apresentam constantes mudanças.

É por isso que é muito importante que o CMO — assim como os demais colaboradores de qualquer organização — continue a estudar e a aprender cada vez mais ao longo de sua carreira profissional.

É fundamental que as evoluções e as novas ferramentas que surgem no mercado dia após dia ou ano após ano sejam conhecidas e bem utilizadas.

Encarar a pressão pela entrega de resultados

O CMO é um cargo que vem recebendo cada vez mais pressão quando se trata da entrega de resultados. Isso faz com que o profissional tenha de compreender as mais diferentes vertentes do marketing, para estruturar e desenvolver as melhores estratégias.

Tais medidas são necessárias para atingir as metas anuais da área. Os resultados, por sua vez, são apresentados aos Conselhos, à Diretoria, ao CEO e até mesmo aos acionistas de uma organização.

É preciso que o CMO, como responsável por toda a área de marketing de uma companhia, gerencie sua equipe para conseguir alcançar os números esperados. Muitas vezes, para que isso aconteça, é preciso modificar estratégias bem no meio do caminho, redirecionar alguns investimentos e encarar outras atribuições que podem surgir.

Identificar as ferramentas necessárias e saber utilizá-las

Alguns desses desafios só continuarão existindo se o CMO e a organização esquecerem-se de um detalhe muito importante (já citado neste artigo): o marketing e a tecnologia têm caminhos paralelos e, à medida que um muda, o outro sofre mudanças para conseguir acompanhar.

Se o marketing sofre alterações, a tecnologia o acompanha e lança as ferramentas ideais para melhorar e simplificar o trabalho do CMO e de toda a sua equipe. Identificar esses recursos e saber como utilizá-los é e sempre será essencial.

O CMO sempre encontrará desafios a serem superados em sua carreira. Mas, para conseguir de fato superá-los, são essenciais o aprendizado contínuo e o acompanhamento das tendências, da tecnologia, do mercado e do mercado do público.